segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

A Capoeira Regional

Depois de falar sobre Mestre Bimba, achei que o próximo post de história deveria ser sobre a Capoeira Regional, não exatamente para dar seqüência, mas para dar mais profundidade ao assunto.

De acordo com o site do filme Mestre Bimba - A Capoeira Iluminada, foi ainda na década de 10 que Bimba percebeu que a capoeira corria o risco de ficar esquecida, tanto pela sua proibição quanto pela presença crescente de lutas estrangeiras no Brasil. Desde então passou a pensar em uma forma de modernizar a capoeira, sem abandonar a tradição.

Mas foi entre o final da década de 20 e início da década de 30 que Mestre Bimba trouxe para a capoeira movimentos do Batuque- Boi, luta de origem africana que aprendeu com seu pai, procurando tornar a capoeira mais competitiva. Bimba também criou um ritmo mais acelerado, para tornar o jogo mais dinâmico.

E as mudanças não ficaram só na roda. Mestre Bimba criou uma nova metodologia de ensino, destacando o caráter esportivo da capoeira, adotou uniforme e sistema de graduação e criou o batizado e a formatura.

Nas músicas as principais mudanças foram a inclusão dos toques de berimbau São Bento Grande, Banguela, e Iúna, e as quadras (cantigas com estrofes compostas de quatro versos).

Em 1932 Bimba fundou em Salvador a primeira academia de capoeira que, em 1937 foi a primeira a receber autorização oficial para funcionamento.

A criação da Capoeira Regional resultou em uma nova visão da capoeira pela sociedade, o que culminou na liberação da mesma e seu reconhecimento como esporte nacional pelo presidente Getúlio Vargas, durante apresentação no palácio da Aclamação, em Salvador, em 1953.

Fontes:
360 Graus
Fundação Mestre Bimba
Filhos de Bimba Escola de Capoeira
Portal Afro
Site Mestre Bimba o Filme
Wikipédia

2 comentários:

jacaranda disse...

legal.

mudou o visual do blog ne

ficou bem bacana.sempre valido dar uma variada

axe

capoeirailedara disse...

gostei do novo visual do blog..
é sempre bom vir por aqui..sei que sempre se tem coisas boas pra ler.
axé!

Quem faz o Capoeira de Vênus

Venusiana
Meu nome de verdade é Neila, no espelho, alieN, o que é só mais um motivo dessa brincadeira espacial. Adoro ler e escrever, por isso me formei jornalista. E foi fazendo estágio de jornalismo que tive meu primeiro contato com a capoeira e me apaixonei. Comecei a treinar na Escola de Capoeira Armagedon, com o Mestre Del, e hoje sou pré-estagiária do grupo. Ainda tenho muito o que aprender sobre capoeira, por isso não fiz esse blog para ensinar nada a ninguém, apenas para trocar informações sobre essa arte maravilhosa. Deu tão certo que hoje escrevo também a coluna Capoeira Mulheres, no Portal Capoeira.

Meu e-mail: capoeiradevenus@gmail.com
Visualizar meu perfil completo
Ocorreu um erro neste gadget

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO