quinta-feira, 6 de novembro de 2008

Capoeira Inclusiva


Pense em uma roda de capoeira, com coro, palmas, orquestra... No centro, dois capoeiristas exibem com beleza seu jogo. Olhando um pouco mais de perto você percebe que são pessoas cegas, surdas, autistas, com paralisia cerebral, entre outras deficiências. Você se impressiona?

Se a resposta é sim, saiba que já faz cerca de doze anos que o projeto Capoeira Inclusiva foi desenvolvido pelo sergipano Eraldo Gabriel de Sousa, o Mestre Beija-Flor, e já foi implantando em São Paulo, Pernambuco, Rio Grande do Sul, Alagoas, Sergipe, Minas Gerais, Pará e Maranhão.

Os benefícios são muitos. Desde o caráter social, pois a Capoeira Inclusiva derruba preconceitos e aumenta os horizontes do deficiente no que se refere à socialização e cidadania; até a questão da Saúde, pois auxilia no desenvolvimento de força, equilíbrio e coordenação motora, amplia a consciência corporal, eleva a auto estima, entre outras vantagens.

Só vale lembrar que para trabalhar com esse público pra lá de especial, o capoeirista tem que estar capacitado.

Como o assunto me interessou bastante, procurei alguns vídeos no Youtube e, em geral, não se nota diferença de uma roda "normal", o que é muito legal, já que mostra que os portadores de necessidades especiais têm tantas condições de se desenvolver na capoeira como qualquer um de nós. Mas o vídeo que mais me chamou atenção é o de uma apresentação do Grupo Abadá no Parapan 2007 que é uma verdadeira lição de vida. É só ver para entender.



Um comentário:

francimar disse...

ADOREI AMIGA MUITO BMO TRABALHO MARAVILHOSO...........

Quem faz o Capoeira de Vênus

Venusiana
Meu nome de verdade é Neila, no espelho, alieN, o que é só mais um motivo dessa brincadeira espacial. Adoro ler e escrever, por isso me formei jornalista. E foi fazendo estágio de jornalismo que tive meu primeiro contato com a capoeira e me apaixonei. Comecei a treinar na Escola de Capoeira Armagedon, com o Mestre Del, e hoje sou pré-estagiária do grupo. Ainda tenho muito o que aprender sobre capoeira, por isso não fiz esse blog para ensinar nada a ninguém, apenas para trocar informações sobre essa arte maravilhosa. Deu tão certo que hoje escrevo também a coluna Capoeira Mulheres, no Portal Capoeira.

Meu e-mail: capoeiradevenus@gmail.com
Visualizar meu perfil completo
Ocorreu um erro neste gadget

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO